Relações Públicas

Marketing, Comunicação e Comercial

Objectivos do Curso

O curso visa dotar os formandos de preparação técnica na área das Relações Públicas. Actualmente, qualquer instituição que se pretenda moderna não pode prescindir de um trabalho organizado e contínuo de gestão da informação e da imagem, como forma de afirmar e consolidar a sua presença no mercado.

Igualmente importante é conseguir um clima de receptividade para o produto que se trabalha: seja uma pessoa, uma ideia, um negócio, um bem ou um serviço, etc.

Estas são as funções principais das relações públicas, e é facilmente perceptível que estas questões estão presentes no dia-a-dia de qualquer pessoa ou organização, pelo que descurá-las será sempre prejudicial num ambiente de negócios altamente concorrencial, como aquele que é paradigma dos tempos modernos.

  • Curso: Relações Públicas
  • Área: Marketing, Comunicação e Comercial
  • Versão: V.8
Descarregar PDF do curso
O curso está direccionado a qualquer pessoa que pretenda iniciar-se nas técnicas das Relações Públicas, indepedentemente de o fazer numa perspectiva mais profissional para esta área específica, ou como complemento da sua formação geral. Este curso pode também ser adequado para pessoas que, tendo já alguma experiência profissional na área, pretendam aprofundar, estruturar e sistematizar os seus conhecimentos.
Para a frequência desta formação não são exigidos pré-requisitos especiais. O curso é aberto a qualquer participante, sendo todavia recomendável ter como base mínima o 9º ano.
Como é norma nos cursos do INEPI, os formadores conjugam uma relevante formação académica com uma experiência profissional prática e efectiva, sendo profissionais da área, com um conhecimento muito directo e prático das necessidades profissionais com que os formandos se confrontarão no mercado de trabalho.

O curso tem uma estrutura linear, sendo ministrado de forma contínua e sequencial.

No final desta formação o formando estará apto a dar resposta actualizada às necessidades teórico-práticas no exercício profissional de Relações Públicas, quer dentro de empresas ou outras instituições, quer através de empresas de consultoria, como são as agências de comunicação e relações públicas.
No final do curso, os formandos poderão ingressar em serviços e departamentos de Relações Públicas, sejam estes em empresas privadas, na administração pública, ou em qualquer outro tipo de organização. Este curso habilita também os formandos a exercerem esta actividade a título individual, por exemplo, dentro da sua própria organização ou empresas. O INEPI tem uma estrutura própria para angariação de estágios (ou emprego) para os formandos, junto de empresas suas clientes, ou outras, sendo que com algumas tem protocolos específicos para este efeito. Sempre que possível, mas sem que tal seja um compromisso efectivo (pois tal depende da disponibilidade das empresas), o INEPI propiciará a frequência de estágio aos seus formandos.
No final do curso o formando terá direito a um certificado de formação profissional, nos termos da legislação em vigor. O curso não confere grau académico.
O curso adopta, na sua parte teórica, uma metodologia expositiva. No entanto, privilegia-se fundamentalmente a perspectiva prática, com o recurso a muitos trabalhos práticos e casos de estudo.
O curso decorrerá em sala, com recurso a suportes audiovisuais. Os materiais consumíveis são, em qualquer curso, da responsabilidade dos formandos. No entanto, ao nível de consumíveis, este curso não exigirá o dispêndio de montantes significativos. A bibliografia eventualmente recomendada, ou meios técnicos que o formando possa utilizar na sua vida profissional pós-curso, não são considerados como consumíveis, pelo que o seu custo não é considerado para a estimativa acima referida. Por norma, qualquer documentação fornecida pelo INEPI, para apoio à formação, é disponibilizada em formato digital. Se o formando a pretender na forma impressa (em papel), o custo desse serviço ser-lhe-á debitado.
A avaliação resulta, basicamente, de 2 vertentes: uma, a “avaliação contínua”, põe em equação factos como a assiduidade, pontualidade, participação activa nas aulas, e execução de trabalhos determinados pelos formadores, em aula ou em casa, individuais ou de grupo, consoante o seu próprio critério. Por outro lado, é realizado um teste final escrito que, em conjunto com a avaliação contínua, dará a medida da qualificação atribuída ao aluno no final do curso. A escala de avaliação utilizada é de 0 a 20.
A duração do curso é de 120 horas. As condições quanto a horários disponíveis, preços e condições de pagamento são as que, à data, constarem da tabela de condições dos cursos, do INEPI. Esta informação é fornecida directamente pela Secretaria. As condições contratuais são as constantes no Regulamento Interno do INEPI (disponível na Secretaria do INEPI e no site www.inepi.pt).

MÓDULO I

COMUNICAÇÃO

 

A.

  • Comunicação e Sociedade.
  • O Direito à Comunicação.
  • Da Oralidade ao Grafismo.
  • Palavra escrita e o Audiovisual. Evolução.
  • A Comunicação Social e suas Funções.

 

B.

  • A Comunicação Eficaz. Atitudes Comunicativas e Não Comunicativas.
  • A Comunicação Linguística.
  • Situação de Comunicação e seus Elementos.
  • Comunicação Bilateral e Unilateral. Ruídos no Processo de Comunicação.
  • Língua Falada e Língua Escrita. Funções da Linguagem e Níveis de Língua.

 

C.

  • A Comunicação Extralinguística.
  • Signos e Significação.
  • Os Signos. Símbolos, Sinais, Índices e Indícios.
  • Contexto e Situação.
  • A Linguagem Corporal. O Vestuário. O Sistema da Moda.
  • A Comunicação Visual. Interpretação de Signos Pictóricos.

 

OPINIÃO PÚBLICA

  • O Conceito de Opinião Pública. Perspectiva Histórica.
  • A Opinião Pública e as Sociedades de Massa.
  • A Opinião Pública e os Estudos de Mercado.
  • Os Meios de Comunicação Social e Análise dos Comportamentos Políticos.

 

OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

  • A Comunicação Social e a Sociedade.
  • Técnicas. Públicos. Objectivos e Funções.
  • Géneros Jornalísticos: A Reportagem. A Notícia, a Crónica e o Comunicado de Imprensa.
  • Recortes de Imprensa.
  • Os meios de comunicação na era da Internet

 

MÓDULO II

MARKETING, PUBLICIDADE E COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL

 

A.

  • A Publicidade. Conceito e Perspectiva Histórica.
  • Técnicas de Publicidade e Meios.
  • Critérios de Avaliação de um Anúncio. AIDMA. Técnicas Publicitárias.
  • Planeamento de uma Campanha Publicitária.
  • As Agências de Publicidade.

B.

 

  • O Comportamento do Consumidor. Atenção, Distorção e Retenção.
  • Os Diferentes tipos de Mercado.

C.

  • Conceito de Marketing. Marketing e Gestão.
  • Perspectiva Histórica do Marketing.
  • Marketing Mix: Ponto, Promoção, Preço e Produto.
  • Ciclo de Vida de um Produto. Estratégias e Objectivos.
  • Segmentação de Mercado.
  • O Marketing e as Relações Públicas.

D.

  • A Comunicação Empresarial. Comunicação Externa e Interna.
  • A Comunicação e as Empresas.

 

MÓDULO III

COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL

 

  • Conceito de Comunicação Interpessoal.
  • A Comunicação Interpessoal e as Relações Públicas.
  • Comunicação Interna numa Empresa ou Organização. Comunicação Vertical e Horizontal.
  • Atitudes Comunicativas de Porter.
  • Motivação.
  • O Papel, a Sociedade, o Estatuto e o Grupo.
  • A Fidelidade da Comunicação. As Relações de Empatia.
  • A Audição Activa.
  • A Comunicação Corporal.
  • Como Planear uma Apresentação.

 

RELAÇÕES PÚBLICAS

 

A.

 

  • Conceito e Conceitos. Perspectiva Histórica.
  • As Relações Públicas em Portugal.
  • As Relações Públicas, a Sociedade e as Empresas.
  • Relações Públicas e Opinião Pública.
  • Planeamento em Relações Públicas. Objectivos e Estratégias.
  • Os Meios e as Técnicas.
  • Os Diferentes tipos de Público.
  • As Relações Públicas Externas e Internas.
  • O Programa.
  • Análise de Problemas. Pesquisa.
  • Planificação. Orçamento. Execução. Análise de Resultados.
  • Consultoria a Clientes.
  • Suportes de Informação.
  • Eventos de Relações Públicas.

 

B.

 

  • O Departamento de Relações Públicas. Criação, Funcionamento, Exercício Profissional.

 

Porquê estudar no INEPI

Abrangendo diversas áreas de formação, o INEPI tem das ofertas mais alargadas do mercado, dando especial ênfase às áreas técnicas, sendo esta uma das suas características mais inovadores enquanto entidade formadora.

Trabalhando tanto na vertente de formação de catálogo (também chamada inter-empresas), como na formação por encomenda (intra-empresas), com acções de curta, média e longa duração, o INEPI dispõe de uma estrutura técnica, pedagógica e administrativa que lhe permite dar resposta a todo o tipo de solicitações no âmbito da formação profissional.