Vitrinismo

Decoração de Interiores, Design e Áreas Criativas

Objectivos do Curso

Os consumidores estão cada vez mais exigentes, precisando ser seduzidos e atraídos a comprar.

As técnicas de vitrinismo aplicada às montras e expositores permite melhores resultados de vendas, conjugando factores tais como: objectos, cor, forma, estilos e impacto psicológico, aliado a uma capacidade criativa.

A formação de vitrinista proporciona uma transmissão de conhecimentos para realização de montras mais apelativas, com aplicação de técnicas específicas a cada tipo de produto, no intuito da sua promoção e valorização.

Pretende-se oferecer um instrumento útil para a apresentação de produtos, na forma de comunicação visual, de maneira criativa e atractiva, equilibrando todos os itens que a compõem.

  • Curso: Vitrinismo
  • Área: Decoração de Interiores, Design e Áreas Criativas
  • Versão: V.1
Descarregar PDF do curso
O curso está direccionado a qualquer pessoa que pretenda iniciar-se na área do vitrinismo ou que esteja ligada ao comércio.
Para a frequência da formação não são necessários pré-requisitos especiais.
Como é norma nos cursos do INEPI, os formadores conjugam uma relevante formação académica com uma experiência profissional prática e efectiva, sendo profissionais deste sector de actividade, com um conhecimento muito directo e prático das necessidades efectivas com que os formandos se confrontarão num contexto real de trabalho.

O curso tem uma estrutura linear, sendo ministrado de forma contínua e sequencial.

No final da formação, os formandos estarão aptos a: • conceber e realizar montras, aplicando noções de proporção, equilíbrio, linha, luz, cor, textura e percepção, utilizando sistemas, equipamentos e materiais adequados para sua execução; • empregar técnicas básicas de composição, montagem e iluminação de montras; • projectar, orçar e executar montras, interpretando as necessidades dos clientes e utilizadores; • desenvolver e aplicar a sua criatividade de forma harmoniosa e seguindo parâmetros técnicos adequados à função de vitrinista;
No final do curso, os formandos poderão executar projectos de montras e expositores em lojas e grandes superfícies. O INEPI tem uma estrutura própria para angariação de estágios (ou emprego) para os formandos, junto de empresas suas clientes, ou outras, sendo que com algumas tem protocolos específicos para este efeito. Sempre que possível, mas sem que tal seja um compromisso efectivo (pois depende da disponibilidade das empresas), o INEPI propiciará a frequência de estágio aos seus formandos.
No final do curso o formando terá direito a um certificado de formação profissional, nos termos da legislação em vigor. O curso não confere grau académico.
O curso adopta uma abordagem contextualizada de questões relacionadas ao desenvolvimento de projectos de montras. A leccionação da formação é apoiada em meios multimédia, na parte expositiva, e no desenvolvimento de trabalhos práticos, que decorrem, em grande parte, na sala de formação. Como trabalho final, os formandos devem conceber e executar uma montra no espaço de formação.
O curso decorrerá em sala, com recurso a suportes audiovisuais, como videoprojector e computador. Ao nível de consumíveis, o curso poderá exigir a aquisição de materiais para a execução do trabalho final; o custo destes materiais variará de forma sensível em função do projecto do formando, e da qualidade que lhe pretenda imprimir, pelo que não é possível avançar com qualquer estimativa de custos para este trabalho. A bibliografia eventualmente recomendada, ou meios técnicos que o formando possa utilizar na sua vida profissional pós-curso, não são considerados como consumíveis, pelo que o seu custo não é considerado para a estimativa acima referida. Por norma, qualquer documentação fornecida pelo INEPI, para apoio à formação, é disponibilizada em formato digital. Se o formando a pretender na forma impressa (em papel), o custo desse serviço ser-lhe-á debitado.
A avaliação dos conhecimentos adquiridos pelos formandos será feita de uma forma contínua, durante todo o processo formativo, para além da realização de um trabalho final. A escala de avaliação utilizada é de 0 a 20.
A duração do curso é de 30 horas (aproximadamente 2 meses de duração efectiva de curso). As condições quanto a horários disponíveis, preços e condições de pagamento são as que, à data, constarem da tabela de condições dos cursos, do INEPI. Esta informação é fornecida directamente pela Secretaria. As condições contratuais são as constantes no Regulamento Interno do INEPI (disponível na Secretaria do INEPI e no site www.inepi.pt).

1. A montra como articulador de vendas:

  • O perfil do vitrinista
  • Compreender a importância da montra
  • Comportamento do consumidor
  • Olhar e ângulo de visão

2. Desenho Técnico para o projecto de montra

3. Estruturas e componentes de um espaço de montra:

  • Teoria e psicologia da cor
  • Composição e posicionamento dos objectos: linhas, formas geométricas, escala, harmonia
  • Materiais, expositores e manequins
  • Conceitos básicos de iluminação
  • Logótipos e etiquetas

 

4. O briefing

5. Concepção de uma montra no espaço de formação, utilizando jogos rítmicos e volumes

Porquê estudar no INEPI

Abrangendo diversas áreas de formação, o INEPI tem das ofertas mais alargadas do mercado, dando especial ênfase às áreas técnicas, sendo esta uma das suas características mais inovadores enquanto entidade formadora.

Trabalhando tanto na vertente de formação de catálogo (também chamada inter-empresas), como na formação por encomenda (intra-empresas), com acções de curta, média e longa duração, o INEPI dispõe de uma estrutura técnica, pedagógica e administrativa que lhe permite dar resposta a todo o tipo de solicitações no âmbito da formação profissional.