Design Gráfico de Comunicação

Decoração de Interiores, Design e Áreas Criativas

Objectivos do Curso

O curso visa dotar os formandos de preparação técnica na área do design gráfico de comunicação, aplicada tanta na vertente da publicidade, como na editorial, corporativa e projectos de embalagem (packing). O curso está adaptado à utilização das ferramentas informáticas mais comuns nesta actividade.
  • Curso: Design Gráfico de Comunicação
  • Área: Ambiente e Energias Renováveis
  • Versão: V.8
Solicitar mais informação Inscrever-me no curso Descarregar PDF do curso
O curso está direccionado a qualquer pessoa que pretenda iniciar-se ou aperfeiçoar as suas competências na área do design gráfico. Este curso pode também ser adequado para pessoas que, tendo já alguma experiência profissional na área, pretendam aprofundar, estruturar e sistematizar os seus conhecimentos, ou tomar conhecimento com as ferramentas informáticas mais recentes nesta área de actividade. Por último, este curso é útil a qualquer pessoa que necessite de realizar pequenos trabalhos de trabalhos, profissionalmente ou como hobby, de tratamento fotográfico, edição de imagem, design e matérias afins.
Para a frequência desta formação não são exigidos pré-requisitos especiais, nem experiência prévia. O curso é aberto a qualquer participante, sendo todavia recomendável ter como base mínima o 9º ano. É igualmente recomendável um conhecimento mínimo como utilizador de computador, ao nível do sistema operativo Windows ou outro similar.
Como é norma nos cursos do INEPI, os formadores conjugam uma relevante formação académica com uma experiência profissional prática e efectiva, sendo profissionais da área, com um conhecimento muito directo e prático das necessidades profissionais com que os formandos se confrontarão no mercado de trabalho.

O curso tem uma estrutura linear, sendo ministrado de forma contínua e sequencial.

No final desta formação o formando estará apto a lidar com a identificação e resolução de problemas de Design de Comunicação, tanto ao nível material como ao nível humano, isto é, tanto no que respeita a questões técnicas como a questões culturais e estéticas. No final da formação, o formando estará apto a: - Explorar as suas capacidades criativas, quer ao nível da imaginação, quer ao nível do domínio técnico - Conhecer os conceitos, as técnicas e as ferramentas do mundo do design gráfico - Conceber produtos de design gráfico - Dominar as principais ferramentas ao nível de software para design, como sejam o Adobe Illustrator, o Adobe Photshop e o Adobe InDesign - Criar a apresentar um trabalho completo a um cliente, pronto a entrar em produção
No final do curso, os formandos poderão ingressar trabalhar em quaisquer áreas que impliquem conhecimentos e técnicas de design gráfico, como sejam agências de publicidade, gabinetes de design, empresas de produção gráfica, editoras, empresas de media (jornais e revistas), gabinetes de imagem e comunicação, departamentos de desenvolvimento de produto (essencialmente em empresas industriais, para desenho de embalagens e suportes afins), entre outras possibilidades. Poderão também colaborar em empresas de Web Design, na componente criativa. Contudo, e dado o peso actual da informática e da internet como plataformas comunicacionais, é altamente recomendável a frequência de um curso de Web Designer, como complemento da formação em Design Gráfico. O INEPI tem uma estrutura própria para angariação de estágios (ou emprego) para os formandos, junto de empresas suas clientes, ou outras, sendo que com algumas tem protocolos específicos para este efeito. Sempre que possível, mas sem que tal seja um compromisso efectivo (pois tal depende da disponibilidade das empresas), o INEPI propiciará a frequência de estágio aos seus formandos, ou colocação em emprego.
No final do curso o formando terá direito a um certificado de formação profissional, nos termos da legislação em vigor. O curso não confere grau académico.
A metodologia assenta em três momentos fundamentais: Representação - aquisição de conhecimentos técnicos práticos, relacionados essencialmente com o desenho Metodologia - aquisição de conhecimentos teóricos no que respeita a história da arte e à teoria do Design Projecto – aplicação prática dos conhecimentos adquiridos
O formador utilizará meios audiovisuais nas aulas teóricas, assim como material de apoio em formato digital. O INEPI disponibiliza os meios necessários, em sala de aula, tanto em termos de hardware e software, bem como o acesso à internet para pesquisas e recolha de informação para os trabalhos a executar. Não obstante, será sempre vantajoso para o formando que, sempre que tal lhe seja possível, possua o seu próprio equipamento, dado que assim poderá realizar os seus trabalhos em qualquer momento ou local, além de preservar a privacidade dos mesmos, o que não será garantido se os mesmos ficarem alojados em equipamentos do INEPI, dado serem utilizados por várias turmas. Os materiais consumíveis são, em qualquer curso, da responsabilidade dos formandos. No entanto, ao nível de consumíveis, este curso não exigirá o dispêndio de montantes significativos. A bibliografia eventualmente recomendada, ou meios técnicos que o formando possa utilizar na sua vida profissional pós-curso, não são considerados como consumíveis, pelo que o seu custo não é considerado para a estimativa acima referida. Por norma, qualquer documentação fornecida pelo INEPI, para apoio à formação, é disponibilizada em formato digital. Se o formando a pretender na forma impressa (em papel), o custo desse serviço ser-lhe-á debitado.
A avaliação contínua é um elemento fundamental, não obstante a realização de trabalhos para efeitos de avaliação final. Outros elementos de avaliação são ainda a assiduidade e o empenho na realização das tarefas propostas. A escala de avaliação utilizada é de 0 a 20.
A duração do curso é de 200 horas (aproximadamente 8 meses de duração efectiva de curso). As condições quanto a horários disponíveis, preços e condições de pagamento são as que, à data, constarem da tabela de condições dos cursos, do INEPI. Esta informação é fornecida directamente pela Secretaria. As condições contratuais são as constantes no Regulamento Interno do INEPI (disponível na Secretaria do INEPI e no site www.inepi.pt).

1. Introdução


Noções gerais
O conceito de Design
O papel do designer e os actuais desafios
A área da comunicação e a sua componente gráfica

2. Desenho e processo criativo


Desenvolvimento das capacidades de registo com observação e composição

Exploração e desenvolvimento da capacidade criativa
Experimentação de técnicas/materiais de registo, domínio de vários formatos e tipos de suporte.
Objectos; formas naturais (composição; proporção; expressão); figura humana; noções básicas de perspectiva, com registos em interior e exterior

Aprender a usar o Adobe Illustrator

Exercícios práticos com o Adobe Illustrator

 

3. Comunicação Visual

 

Linguagem Plástica: Ponto, Linha e Plano. Teoria da Cor, Textura Ritmo, Movimento
Módulo/Padrão
Percepção Visual

A imagem como elemento de comunicação

O poder da imagem

História das Artes Visuais: Ver e Comunicar ao longo dos tempos

A génese do Design

Composição/manipulação gráfica da imagem

Estudo do lettering, a mancha de texto

 

5. Fotografia


O poder da imagem fotográfica.
Géneros fotográficos
O registo de imagens: técnicas básicas

Tipos de ficheiros.

Aprender a usar o software Adobe Photoshop

Tratamento digital de imagens.

Exercícios práticos com o Adobe Photoshop.

 

6. A produção gráfica

 

O que é a produção gráfica.

Tipos de produção gráfica.

Tipografia.

Técnicas de impressão/reprodução

Materiais de impressão e acabamentos

Tipos de suportes: livros, revistas, cartazes, brochuras, desdobráveis, jornais, etc.

Sistemas de pré-impressão, impressão e acabamento

 

7. Imagem corporativa

 

A imagem corporativa.

A adequação da imagem corporativa à actividade do cliente: a identidade corporativa.

Criação da imagem de base: logótipo, cores, marcas, etc.

A força da imagem: case studies.

Aplicações da imagem corporativa. Suportes: cartões, papel de carta, brochuras, reclamos luminosos, website, publicidade, etc.

A uniformidade da imagem corporativa entre os vários tipos de suporte.

 

8. Embalagem

 

O papel diferenciador da embalagem.

A embalagem como factor de comunicação.

Desenvolvimento criativo da embalagem.

Design versus funcionalidade da embalagem.

Condicionantes legais, técnicas ou outras.

Tipo de materiais utilizáveis.

Trabalho prático: concepção, planificação e maqueta.

 

9. Publicidade

 

O design gráfico na publicidade.

O poder do design gráfico na comunicação publicitária.

Estratégia da marca / entidade.

Tipos de suportes publicitários.

Campanhas publicitárias.

Design de publicidade

Trabalho prático com software Adobe Photoshop e Adobe Illustrator

                                                                                         

10. Design editorial

 

A imprensa.

Paginação.

A criatividade na paginação.

Legibilidade, fluidez, hierarquia de conteúdos, títulos e texto.

Articulação do texto com a imagem.

Suportes: revistas, webdesign, brochuras, jornais, cartazes, flyers, etc.

Aprender a usar o Adobe InDesign

Exercícios práticos com o Adobe InDesign


11. Realização de um trabalho de curso

 

12. Criação de um portfolio

Porquê estudar no INEPI

Abrangendo diversas áreas de formação, o INEPI tem das ofertas mais alargadas do mercado, dando especial ênfase às áreas técnicas, sendo esta uma das suas características mais inovadores enquanto entidade formadora.

Trabalhando tanto na vertente de formação de catálogo (também chamada inter-empresas), como na formação por encomenda (intra-empresas), com acções de curta, média e longa duração, o INEPI dispõe de uma estrutura técnica, pedagógica e administrativa que lhe permite dar resposta a todo o tipo de solicitações no âmbito da formação profissional.