Decoração de Interiores

Decoração de Interiores, Design e Áreas Criativas

Objectivos do Curso

O curso visa dotar os formandos de preparação técnica na área da decoração de interiores, aplicada tanta na vertente residencial, como na decoração de espaços públicos e / ou comerciais.
  • Curso: Decoração de Interiores
  • Área: Decoração de Interiores, Design e Áreas Criativas
  • Versão: V.5
Descarregar PDF do curso
O curso está direccionado a qualquer pessoa que pretenda iniciar-se na área da decoração de interiores. Este curso é igualmente adequado para pessoas que, tendo já alguma experiência profissional na área, seja pela vertente técnica (projectistas, por exemplo), seja pela vertente comercial (proprietários e / ou funcionários de lojas do ramo da decoração) pretendam aprofundar, estruturar e sistematizar os seus conhecimentos.
Para a frequência desta formação não são exigidos pré-requisitos especiais. O curso é aberto a qualquer participante, sendo todavia recomendável ter como base mínima o 9º ano.
Como é norma nos cursos do INEPI, os formadores conjugam uma relevante formação académica com uma experiência profissional prática e efectiva, sendo profissionais da área, com um conhecimento muito directo e prático das necessidades profissionais com que os formandos se confrontarão no mercado de trabalho.

O curso tem uma estrutura linear, sendo ministrado de forma contínua e sequencial.

No final desta formação o formando estará apto a executar um projecto de decoração de um espaço, elaborando as respectivas peças desenhadas (plantas, alçados, perspectivas), utilizando meios manuais ou informáticos (software de desenho técnico), fazendo esboços à mão livre, executando a maqueta do trabalho a realizar, se tal lhe for exigido, fazendo a escolha dos materiais a aplicar, sabendo seleccionar os fornecedores em função das especificações dos produtos a aplicar, e todas as restantes tarefas inerentes ao trabalho de projecto de decoração.
No final do curso, os formandos poderão ingressar em gabinetes de projectos de arquitectura e decoração, trabalhar em lojas de decoração e/ou de artigos para decoração de interiores, executar projectos de decoração por conta própria, trabalhar como conselheiros de decoração em espaços comerciais (por exemplo: hotéis, restaurantes de prestígio, espaços públicos de grandes empresas, centros comerciais, organizações de eventos sociais, etc.). O INEPI tem uma estrutura própria para angariação de estágios (ou emprego) para os formandos, junto de empresas suas clientes, ou outras, sendo que com algumas tem protocolos específicos para este efeito. Sempre que possível, mas sem que tal seja um compromisso efectivo (pois depende da disponibilidade das empresas), o INEPI propiciará a frequência de estágio aos seus formandos.
No final do curso o formando terá direito a um certificado de formação profissional, nos termos da legislação em vigor. O curso não confere grau académico.
Todas as aulas caracterizam-se por uma abordagem contextualizada de questões relacionadas com o desenvolvimento de projecto de decoração de interiores. A leccionação da formação é apoiada em meios multimédia na parte expositiva e no desenvolvimento de trabalhos práticos, que decorrem, em grande parte, na sala de formação. Como trabalho final, os formandos devem executar um projecto de decoração de interiores – residencial ou comercial, constando de planta, perspectiva, cartaz e maqueta. Durante a formação, é solicitado aos formandos a recolha de suporte técnico – catálogos, amostras de materiais, etc. - para o suporte dos projectos desenvolvidos durante a formação e, mais especificamente, para o projecto final.
O curso decorrerá em sala (sem prejuízo de algumas visitas de estudo a realizar) com recurso a suportes audiovisuais, como projector, TV, computador, ou outros. Os principais meios didácticos de apoio ao curso serão os manuais desenvolvidos pelo INEPI para esse efeito. Os materiais consumíveis são, em qualquer curso, da responsabilidade dos formandos. Ao nível de consumíveis, o curso exigirá a aquisição de materiais para a execução da maqueta do trabalho final. O custo destes materiais variará de forma sensível em função do projecto do formando, e da qualidade que lhe pretenda imprimir, pelo que não é possível avançar com qualquer estimativa de custos para este trabalho. A bibliografia eventualmente recomendada, ou meios técnicos que o formando possa utilizar na sua vida profissional pós-curso, não são considerados como consumíveis, pelo que o seu custo não é considerado para a estimativa acima referida. Por norma, qualquer documentação fornecida pelo INEPI, para apoio à formação, é disponibilizada em formato digital. Se o formando a pretender na forma impressa (em papel), o custo desse serviço ser-lhe-á debitado.
A avaliação dos conhecimentos adquiridos pelos formandos será feita de uma forma contínua durante todo o processo formativo, não obstante a realização de um projecto final. A escala de avaliação utilizada é de 0 a 20.
A duração do curso é de 160 horas (aproximadamente 8 meses de duração efectiva de curso) As condições quanto a horários disponíveis, preços e condições de pagamento são as que, à data, constarem da tabela de condições dos cursos, do INEPI. Esta informação é fornecida directamente pela Secretaria. As condições contratuais são as constantes no Regulamento Interno do INEPI (disponível na Secretaria do INEPI e no site www.inepi.pt).

Modulo I – Introdução à Decoração e ao Desenho

1.1. Princípios da Decoração de Interiores:

  • Introdução aos princípios e práticas da decoração de interiores
  • O papel do decorador

1.2. Desenho e Representação gráfica

  • Desenho livre:
  • Materiais
  • Observação, representação e perspectiva livre
  • Teoria da Cor

1.3. Desenho Técnico:

  • Normas de desenho técnico
  • Escalas
  • Sistema de representação gráfica
  • Perspectiva

 

Módulo II – Introdução à Arquitectura

2.1. Metodologia projectual

2.2. Valores ergonómicos: Ler um espaço à medida do homem

2.3. Sistema de representação CAD: Breve introdução; Tipologias

2.4. Levantamento e estudo espacial – quarto, casa de banho, cozinha, espaço comercial e espaço de mostra de decoração

2.5. Estilos decorativos

2.6. Mobiliário

2.7. Revestimentos e acabamentos

2.8. Tecidos e suas utilizações

2.9. Outras materiais, acabamentos e revestimentos

2.10. Iluminação natural e artificial

2.11. Conforto acústico e térmico

2.12. Realização e apresentação de orçamentos

2.13. Redacção de contratos

2.14. Conduta deontológica do Decorador de Interiores

2.15. Noções de Feng Shui

 

Módulo III – Decoração

3.1. Prática Projectual:

  • Levantamento de um espaço
  • Transformação de um espaço, utilizando a metodologia projectual, desenvolvendo um programa para um
  • espaço residencial ou publico/comercial
  • Cartaz (Border mood)
  • Maqueta

3.2. Apresentação e defesa do projecto

 

Módulo V – Visitas de Estudo

  • Feira ou Mostra da especialidade – Casa Decor, Intercasa, Feira Tektónica, ou outra similar
  • Visita ao Museu do Design e da Moda, ou outra instituição similar e de interesse directo para o curso
  • Visita a lojas especializadas
  • Visita a obras, quando assim for possível

Porquê estudar no INEPI

Abrangendo diversas áreas de formação, o INEPI tem das ofertas mais alargadas do mercado, dando especial ênfase às áreas técnicas, sendo esta uma das suas características mais inovadores enquanto entidade formadora.

Trabalhando tanto na vertente de formação de catálogo (também chamada inter-empresas), como na formação por encomenda (intra-empresas), com acções de curta, média e longa duração, o INEPI dispõe de uma estrutura técnica, pedagógica e administrativa que lhe permite dar resposta a todo o tipo de solicitações no âmbito da formação profissional.